9 erros de design em logotipos
e como os evitar

Criar um logotipo para a sua empresa é como contratar um advogado para representá-lo em um julgamento.
O advogado trabalha em seu nome para apresentá-lo da melhor forma possível ao tribunal. Ele te apresenta, explica quem você é e convence o júri de que você é a melhor versão de si.

O mesmo acontece quando você cria um logotipo. Afinal, ele fala pela sua empresa, atua como a primeira introdução dos clientes à sua marca e representa o que a sua empresa faz. E, assim como convém ter o melhor advogado representando você em um julgamento, convém acertar o logotipo já na primeira vez.

Apesar de muitos de nós não termos tido a infeliz experiência de aguardar ansiosamente em um tribunal, todos sabemos como é causar uma primeira impressão e tentar fazer as pessoas gostarem de nós.
Ao criar um logotipo, há 9 coisas que você deve evitar para causar uma boa primeira impressão!

1. Criar um logotipo às cegas

Criar um logotipo às cegas

Você é o proprietário de uma pequena empresa. Ninguém espera que você também seja um artista. Contudo, precisa fazer uma boa pesquisa antes de começar a criar o seu logotipo.

Um logotipo de alta qualidade do ramo da fotografia terá melhores práticas do design diferentes das de um logotipo de uma empresa de construção, assim como um escritor freelancer em relação a uma firma de finanças. Se você não examinar o que os seus concorrentes estão fazendo, vai deixar passar as normas do setor e possíveis ideias para os seus próprios projetos.

Veja o que os outros fizeram antes de você para se inspirar; você pode se familiarizar com os logotipos de algumas das empresas mais bem-sucedidas da sua área ou vasculhar uma lista de logotipos genéricos até ver algum que o atraia.

2. Pensar apenas nas tendências

logo design trends

Conforme fizer sua pesquisa, você vai encontrar todos os tipos de tendências de design que parecem muito empolgantes e poderá cair na tentação de usar todas elas no seu novo logotipo.

Isso seria um grande erro.

As tendências costumam se transformar em clichês depois de um ano, e você não quer que as pessoas associem a sua empresa a algo antiquado e brega. O logotipo da sua empresa deve ser atemporal: um logo com uma aparência atual diz ao seu público que a sua empresa é relevante.

Isso não quer dizer que você deve evitar tendências completamente. Sem dúvida, existem tendências de design de logotipos que ajudarão o seu a se destacar e a deixar uma marca única no mundo. Porém, muitas das tendências no setor do design desaparecem depressa depois dos seus quinze minutos de fama. Portanto, tente avaliar o que é uma fase passageira e o que veio para ficar antes de abraçar uma tendência.

3. Abusar da bagunça

Às vezes, temos a tendência de nos apegar às coisas, mesmo quando não precisamos delas. Mas esse é um instinto contra o qual você deve lutar ao criar o seu logotipo.

Enquanto vasculha o mundo dos elementos de design para logotipos, você pode se apegar a uma paleta cheia de cores ou a uma família inteira de fontes – e isso é ótimo! Contudo, nem todas elas precisam estar no seu logotipo. Simplicidade = eficácia, ao passo que bagunça = confusão para o seu público.

Seu logotipo comercial deve conter o nome ou as iniciais da sua empresa, um ícone, uma ou duas fontes e três cores, no máximo.

Só isso.

Além de uma tagline, não inclua mais nada no seu logotipo; nem pense em colocar símbolos de marca registrada, como ™” ou de direitos autorais. Não se esqueça de que, se um logotipo é muito carregado, ele distrai a atenção do seu objetivo e afasta os clientes.”

4. Esquecer o seu público

O que o seu público tem a ver com a criação do seu logotipo, você pergunta?

Tudo.

Como dissemos acima, seu logotipo deve intrigar o seu público e levá-los a ver você da melhor maneira possível. Deixar de considerá-los na criação do seu logotipo é como esquecer de incluir as uvas em uma garrafa de vinho: você vai acabar com algo inútil.

Isso está parecendo extremo?

Bem, imagine que você quer contratar uma empresa de entretenimento para a festa de aniversário do seu filho. Você ouviu falar muito bem dela, então decide pesquisá-la on-line e descobre que o logotipo da empresa possui uma lápide sobre um fundo preto. Qual é a probabilidade de que você ainda vai contratá-la?

Foi o que eu pensei.

Sempre considere o seu público em cada parte do processo de design do logotipo, de modo que você possa criar um logo que vai atrair em vez de afastar.

5. Escolher fontes aleatórias

Escolher fontes aleatórias

Se o seu logotipo não tem um ícone, significa que a primeira coisa que o seu público vai olhar (e julgar) é o texto.

Um dos maiores erros que as pessoas cometem com o texto é escolher a primeira fonte que aparece, sem parar para pensar sobre as intenções por trás dela. As fontes têm significado, e você quer que esse significado se traduza para os seus clientes, independentemente de você estar dizendo a eles que a sua empresa é elegante e sofisticada ou amigável e prática.

Além disso, você pode optar por incluir no seu logotipo uma tagline que use uma fonte diferente daquela do seu texto principal – e não há problema nisso. Porém, há várias maneiras de NÃO combinar fontes; por isso, aprenda quais ficam bem juntas antes de decidir as que você vai usar.

6. Usar cores quaisquer

Usar cores quaisquer

Tal como ocorre com as fontes, as cores do seu logotipo passam ao seu público uma mensagem sobre a sua marca. Por mais que você goste de roxos ou marrons, essa não é uma razão boa o bastante para usar essas cores no seu logotipo.

Vamos retomar o erro de esquecer o público (nº 4): por que o pensamento de um logotipo preto para uma empresa de entretenimento infantil desagrada de imediato?

A resposta é que as cores têm a sua própria psicologia, independentemente de estarmos ou não conscientes disso. Os azuis transmitem serenidade e sofisticação, ao passo que os vermelhos transmitem paixão e energia, enquanto os pretos certamente não transmitem diversão e alegria.

Além disso, como mencionado acima, deve-se limitar as combinações de cores para, no máximo, três (como preto, branco e uma terceira cor que se destaque). Um logotipo com muitas cores ficará confuso, enquanto um logo com duas ou três terá um design clean e simples.

7. Usar o arquivo errado

Usar o arquivo errado

Um arquivo de alta qualidade pode fazer a diferença entre um logotipo que é ignorado e um que é elogiado.

Depois de criar o seu logotipo, você vai querer colocá-lo em todos os lugares, e, para isso, precisará redimensioná-lo para adequá-lo ao contexto. Infelizmente, imagens e JPEGs pixelados não vão servir, pois redimensionar esses arquivos deixará o seu logotipo ilegível e inútil.

Com um arquivo vetorial, por outro lado, você poderá aumentar o seu logotipo quantas vezes quiser sem prejudicar a qualidade, incluindo para imprimi-lo em produtos ou em documentos profissionais. Você também pode usar um vetor se quiser editar o logotipo no Adobe Illustrator ou em outro software de design.

8. Mau posicionamento

Mau posicionamento

Embora esse seja um erro pós-design, é possível evitá-lo por completo se for planejado com antecedência.

Você vai querer o seu logotipo em todos os lugares associados à sua empresa, quer seja na página inicial do seu site ou nas suas mercadorias impressas. No entanto, muitas pessoas posicionam o logotipo de forma descuidada, sem pensar no visual – um erro óbvio.

Por exemplo, logotipos no centro de uma página web ficam estranhos, assim como logotipos que ocupam toda a largura de um cartão de visita. (Porém, o canto superior esquerdo do site é o lugar ideal para um logotipo, assim como o exibir no centro do cartão de visita.)

Antes de começar a personalizar sua marca com o seu logotipo, imagine-o em todos os lugares. Tente posições, tamanhos e layouts diferentes, e só então decida o posicionamento.

9. Ser inconsistente

Depois de ter criado o seu logotipo e começado a usá-lo, você pode cair na tentação de mudar a aparência dele.

Não faça isso.

Reparou que não colocamos uma imagem junto com esta dica? Esse é um exemplo de inconsistência – e sabemos que não causa uma boa impressão!

Depois que você começar a personalizar sua marca com o seu logotipo, precisa ater-se ao seu design. Conforme o público for conhecendo a sua marca, ele passará a associar o seu logotipo à sua empresa e a prestar atenção a ela no futuro. Não só isso, mas seu público também passará a confiar em você para proporcionar o que ele espera de você, porque o seu logotipo será um símbolo do quanto você é confiável.

Portanto, não fique mudando as cores ou a fonte do seu logotipo dependendo da época do ano. Confie em nós: no longo prazo, o seu público vai agradecer a consistência.

Agora é com você

É verdade que aprendemos com os nossos erros, mas o seu logotipo será mais eficaz se você errar o mínimo possível. Se você ainda não tem certeza, não se preocupe; confira esta lista de inspiração para o design de logotipo e as ideias começarão a fluir